Maria Cândida Garcia, Gerente do NAI - Núcleo de Análise e Inteligência, da Mais Fluxo, refere-se à área como um caminho natural dentro do trabalho da empresa. "Sempre estivemos atentos às necessidades dos nossos clientes e percebemos que eles queriam algo mais do apenas um número". Foi pensando nessa demanda que houve a estruturação do projeto.

O número é importante, mas tem variáveis. Embora a Mais Fluxo realize diariamente a certificação dos dados obtidos pela contagem de pessoas, algumas informações se perdem ou podem gerar algum tipo de desconfiança.

"Às vezes são coisas simples que causam essa distorção. Tivemos o caso de um Shopping que notou uma diminuição brusca no fluxo em um de seus acessos, mas que depois se lembrou que havia uma obra no local. O cliente vê o número, mas nem sempre faz o link com o que gerou aquela diferença. Este é o principal trabalho do NAI".

Mas há também outras variáveis que precisam ser levadas em conta: situações relacionadas à falta de segurança, eventos esporádicos, o fechamento de alguma loja ou a abertura de outra. Há ainda situações como a montagem de eventos e feiras embaixo das câmeras que realizam as contagens. "O cliente às vezes não nota que determinadas ações influenciam muito a contagem".

Por estes motivos, Cândida frisa a importância do cliente registrar as informações. O Sistema Mais Fluxo cujo acesso os clientes possuem, tem a possibilidade de registro dessas ocorrências, de modo que fica muito mais fácil levantar essas informações para "solucionar" as distorções. 

O NAI e o Programa Manutenção "Zero" estão alinhados para proporcionar que a informação fluxo de pessoas seja sempre precisa, mas para que isso aconteça a parceria com o cliente é fundamental. "Eu sempre aconselho aos nossos clientes que registrem o máximo de informações possíveis sobre ocorrências e eventos para que possamos gerar análises cada vez melhores. Registrar a quantidade de veículos é muito importante também". 

Para saber mais sobre o NAI - Núcleo de Análise e Inteligência e o Programa Manutenção "Zero", clique aqui.